Prefeitura de Caraguatatuba e Sabesp estabelecem diretrizes para novas construções civis

Facebook Twitter

Prefeitura de Caraguatatuba e Sabesp estabelecem diretrizes para novas construções civis

A Prefeitura de Caraguatatuba e Sabesp se reuniram na quarta-feira para traçar as diretrizes as serem adotadas para os novos empreendimentos aprovados na Secretaria de Urbanismo em relação às ligações de água e esgoto no local. A medida é válida para obras com mais de oito unidades habitacionais no mesmo terreno

O assunto foi debatido entre o secretário de Urbanismo, Wilber Cardozo, e representantes da Sabesp como o superintendente regional no Litoral Norte, Rui César Rodrigues Bueno, e o gerente da Unidade de Caraguatatuba, Pedro Rogério de Almeida Veiga.

“Nos foi passado que antes da aprovação do projeto é preciso avaliar se as redes de água e esgoto não estão subdimensionadas no local onde serão abertos novos loteamentos ou construídos condomínios, sejam eles horizontais ou verticais, por isso o empreendedor deve apresentar o projeto na Sabesp”, explica Cardozo.

De acordo com o gerente Pedro Veiga, em muitas das situações, a Sabesp acaba sabendo dessas construções quando elas estão em fase de conclusão e percebe-se a necessidade da execução de obras para ampliação do sistema para atender a demanda.

Dessa forma, com base nas diretrizes, os novos projetos aprovados com essas características serão informados diretamente para a Sabesp que vai avaliar a necessidade de aumentar a capacidade das redes de água e esgoto do local.

“O prefeito Aguilar Junior entende a importância dessa parceria uma vez que tem buscado incentivar cada vez mais o setor da construção civil, inclusive, temos aprovado projetos em até 10 dias porque a construção civil gera emprego e movimenta a economia da cidade”, explica Wilber Cardozo.

“Queremos trazer trazer novos empreendimentos para Caraguatatuba, mas de maneira ordenada e correta em relação ao saneamento básico”, afirma Aguilar Junior.

Compartilhe e faça seu comentário