Caraguatatuba publica protocolos sanitários para volta às aulas em março

Facebook Twitter

Caraguatatuba publica protocolos sanitários para volta às aulas em março

A Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria de Educação, publicou nesta quinta-feira (25/02), guia de protocolos sanitários de retorno às aulas para Educação Infantil (CEI), Ensino Fundamental e Educação Inclusiva.

Os protocolos podem ser acessados no site da Prefeitura, através do link: https://tinyurl.com/uxm4fa9v. O cumprimento das medidas sanitárias será fundamental para garantir a segurança de alunos, professores e da comunidade escolar, para o retorno presencial das aulas, no dia 8 de março.

O guia disponibiliza medidas para entrada e cuidados na sala de aula, com horários escalonados de entrada e saída, uso obrigatório de máscara e álcool em gel, aferição de temperatura, entre outros. Também visa atenções na hora de brincar e uso refeitório, com mesas intercaladas com distanciamento de 1,5 m, substituição do banco coletivo por assentos individuais, suspensão do autosserviço (self-service), entre outros.

A Secretaria de Educação também divulga ações de prevenção, com campanha de conscientização com pais e responsáveis, higienização do ambiente escolar, reforço da importância dos alunos evitarem contato pessoal, como abraço e compartilhamento de material escolar, cuidados com transporte escolar e muito mais.

A Educação Inclusiva que abrange o acompanhamento dos alunos com Necessidades Educacionais Especiais (Deficiências, Transtornos Globais do Desenvolvimento e Altas habilidades/Superdotação), desenvolve o trabalho por meio da igualdade de oportunidades, atendendo às diferenças individuais de cada criança, por uma equipe multidisciplinar especializada no ensino e aprendizagem do público alvo da Educação Inclusiva, com acompanhamento dos alunos na unidade escolar.

No guia, os profissionais esclarecem que não existe correlação automática entre deficiência e risco. A decisão sobre o retorno de tais estudantes é baseada na análise individual de cada caso, envolvendo as famílias, equipe médica e terapêutica que o atendem.


Compartilhe e faça seu comentário