Strict Standards: Declaration of Noticia::uploadFoto() should be compatible with Signoweb::uploadFoto(&$file, $tabelaDiferente = '') in /home/jornalitoralcom/jornaldolitoral.net/admin/public/classes/Noticia.php on line 4

Strict Standards: Declaration of Comentario::listar() should be compatible with Signoweb::listar($limit = false, $campos = false) in /home/jornalitoralcom/jornaldolitoral.net/admin/public/classes/Comentario.php on line 42

Strict Standards: Declaration of Publicidade::uploadFoto() should be compatible with Signoweb::uploadFoto(&$file, $tabelaDiferente = '') in /home/jornalitoralcom/jornaldolitoral.net/admin/public/classes/Publicidade.php on line 157
JDL anuncie

Caraguatatuba - Pede apoio estadual em feriado prolongado da Padroeira

Facebook Twitter

Claudio Gomes/PMC

Caraguatatuba - Pede apoio estadual em feriado prolongado da Padroeira

Barreira sanitária em Caraguatatuba

A Prefeitura de Caraguatatuba solicitou apoio do governo estadual diante da chegada do feriado prolongado de Nossa Senhora Aparecida. 


O pedido de ajuda acontece devido à pandemia da Covid-19 e a expectativa de um grande número de turistas no Litoral Norte.

De acordo com o município, foi encaminhado um ofício ao governador João Doria (PSDB), com solicitação de reforço das polícias Militar e Civil, além da Vigilância Sanitária para atuarem na cidade que deve receber cerca de 150 mil turistas.

“Caraguatatuba tem apresentado elevadas temperaturas desde o inverno e, como consequência, atraindo turistas das mais diversas regiões do país. Por isso, as autoridades municipais preveem uma intensa movimentação de pessoas no feriado da Padroeira”, diz trecho do texto, que justifica ainda com base no número reduzido de leitos hospitalares de isolamento capazes de atender o eventual aumento da disseminação do vírus.

 REDE HOTELEIRA.

Segundo a AHPC (Associação de Hotéis e Pousadas de Caraguatatuba), a taxa de ocupação deve chegar a 70% neste feriado.

Protocolos sanitários como uso de máscaras de proteção facial em todos os estabelecimentos e locais públicos, cumprimento a horários de funcionamento de bares, restaurantes e quiosques e distanciamento social devem ser cumpridos.

Comerciante flagrado com clientes sem uso de máscara pode ser multado em R$ 5.025,02 por pessoa. Já para quem estivem sem o equipamento nas vias públicas a multa é de R$ 524,59.

Neste caso, a fiscalização será feita por fiscais da Vigilância Sanitária do Município e do Estado.


Compartilhe e faça seu comentário