Ilhabela - Apoia fechamento de estradas para evitar invasão de turistas em feriados antecipados

Facebook Twitter

PMI

Ilhabela - Apoia fechamento de estradas para evitar invasão de turistas em feriados antecipados

Ilhabela fortalecerá ainda mais a restrição à balsa nos dias que o governo de São Paulo antecipar os feriados



A prefeita de Ilhabela, Maria das Graças Ferreira dos Santos Souza, a Gracinha, defende o fechamento das rodovias de acesso ao Litoral Norte nos períodos de feriados antecipados do segundo semestre e pede o cancelamento da medida anunciada pelo governador do estado de São Paulo, João Dória Junior.

Gracinha Ferreira redigiu, juntos com os demais prefeitos, o documento enviado ao governador pelo Consórcio Intermunicipal Turístico Circuito Litoral Norte de São Paulo, composto por Bertioga, Caraguatatuba, Ilhabela, São Sebastião e Ubatuba, que solicita o fechamento das estradas no período de feriado e o cancelamento da antecipação das datas comemorativas do segundo semestre.

No documento, assinado pelo prefeito de São Sebastião e presidente do circuito, Felipe Augusto, os prefeitos destacam que as medidas visam garantir a segurança da população e o sucesso das políticas de segurança sanitária. O bloqueio abrange quatro rodovias: Tamoios, Rio-Santos, Mogi-Bertioga e Oswaldo Cruz. 

O projeto de antecipação do feriado, anunciado nesta segunda-feira (18/5) pelo governador paulista, segundo o documento dos prefeitos é uma ação que prejudicará as medidas sanitárias impostas contra a proliferação do vírus na região, porque provocará aumento do fluxo de pessoas e prejudicará o setor de turismo, que conta com essas datas do segundo semestre para seu desenvolvimento econômico em momento apontado como mais seguro em tempos de pandemia.

Entre os feriados do segundo semestres que Dória pretende antecipar estão: Corpus Christi, Revolução Constitucionalista de 1932 (em 9 de julho) e Consciência Negra.

“Estamos cientes dos riscos e necessidades de nossa região turística e temos a mesma preocupação com o bem-estar de nossa população”, afirma Gracinha e os prefeitos no documento do Circuito, presidido pelo prefeito de São Sebastião, Felipe Augusto.

A prefeita confirmou que, caso a medida do governador não seja cancelada, o município fortalecerá ainda mais a restrição na balsa com o objetivo de evitar o risco de sobrecarga do sistema de saúde das cidades do litoral. 

No arquipélago, a travessia litorânea pelo sistema de balsas está restrita desde o dia 20 de março, com autorização apenas para serviços essenciais.


Jornal do Litoral
MESTRA MAIO 2020  Campanha

Compartilhe e faça seu comentário