Turismo de Ilhabela se destaca investindo na qualificação do público de longe e de perto

Facebook Twitter

PMI/Secretária de Turisco Bianca Colepícolo

Turismo de Ilhabela se destaca investindo na qualificação do público de longe e de perto

Pela primeira vez, o calendário do turismo do próximo ano já está pronto e será divulgado

Esse ano foram economizados aproximadamente R$ 900 mil em propaganda e criado o Turismo de 2ª a 5ª feira



Com o foco da gestão voltado ao desenvolvimento econômico e na geração de emprego em renda, a Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Turismo, se destaca na região com a estruturação do ecoturismo, promoção e publicidade direcionada à qualificação do público, que esse ano gerou uma economia de quase R$ 900 mil em relação ao ano anterior.

Entre os investimentos do trabalho de estruturação do ecoturismo, realizados pela secretaria, estão a contratação de vigias armados para o Parque Estadual;  manutenção e estrutura de trilhas; reforma e colocação de orientadores nas seis guaritas em Castelhanos, Três Tombos e Fazenda Laje (trilha da Praia do Bonete); sinalização do parque; entrega de um barco pela prefeita Gracinha Ferreira à direção do Parque Estadual, entre outros.

Dos investimentos na promoção da cidade como destino turístico, a publicidade é voltada à qualificação do público e não à quantidade. Os anúncios da pasta são direcionados ao público que qualifica, ou seja, é um trabalho que procura trazer gente de longe, que é estimulada a ficar mais tempo na ilha. Já para o público mais próximo do arquipélago, Ilhabela lançou o “Turismo de 2ª a 5ª feira”. Mesmo assim, o Bourbon Festival Ilhabela foi divulgado em São Paulo e outros locais.

No primeiro final de semana; esse evento levou 10 mil pessoas às ruas, praias e praças para ouvir boa música (shows de jazz, blues, soul, folk e MPB).

Para a pessoas que ainda têm dúvida, a secretaria reiterou à imprensa, essa semana, que toda a divulgação do Turismo é feita para o público de fora e que por isso, inclusive, o site e a página do facebook da pasta não trazem notícias internas, são usados para divulgar o destino turístico.

Também informou que mesmo com toda a divulgação em qualificação foram investidos R$ 900 mil a menos que no mesmo período de 2018.

É por isso que a Secretaria de Desenvolvimento Econômico e do Turismo está trabalhando para organizar a cidade e a parte de negócios, promovendo muito a cidade na qualificação do turismo, desenvolvendo ações de cadastramento e principalmente trazendo soluções voltadas à mobilidade urbana.

Outra informação importante é que o “Calendário do Turismo” para 2020 já está pronto e será divulgado, a partir de dezembro, junto com as regras da cidade para o turismo.

A secretária da pasta, Bianca Colepícolo, falou dos esforços para aumentar o “ticket médio do turista na cidade”, ou seja, para aumentar o tempo de presença no arquipélago.  “Estamos trabalhando muito para ganharmos ainda mais eficiência nas ações do turismo tradicional e aproveitar os outros potenciais como o ecoturismo, avistamento de baleia, observação de pássaros, mergulho, turismo histórico e cultural, entre outros”.

Recentemente, a Prefeitura de Ilhabela, por meio da Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo, capacitou guias e monitores, a fim de preparar o grupo para o mercado e para a temporada que se iniciará em breve.

Os alunos foram capacitados para realizarem Tuors Históricos Culturais no Centro Histórico, na Fazenda Engenho D’Água e Fazenda da Toca.
Jornal do Litoral

Compartilhe e faça seu comentário