Prefeitura de São Sebastião participa de Oficina Turismo na Terra Indígena Ribeirão Silveira

Facebook Twitter

DEPCOM/PMSS

Prefeitura de São Sebastião participa de Oficina Turismo na Terra Indígena Ribeirão Silveira

Funai promoveu encontro entre indígenas, associações de monitores e governos municipais de São Sebastião e Bertioga
 

A Prefeitura de São Sebastião, por meio da Secretaria de Turismo (SETUR), a convite do Ministério da Justiça e Segurança Pública, Fundação Nacional do Índio (FUNAI) e Coordenação Técnica Local em São Paulo, compareceu, na última quinta-feira (07/11), à Oficina Turismo na Terra Indígena Ribeirão Silveira, realizada no Serviço Social do Comércio (SESC), em Bertioga.
 
O objetivo da atividade foi discutir o plano turístico a ser implantado na Aldeia Guarani Ribeirão Silveira, localizada entre Bertioga e São Sebastião. Estiveram presentes associações de monitores, agentes de turismo, secretários de turismo dos municípios e os índios da aldeia.
 
Segundo Márcio José Alvim do Nascimento, Técnico Indigenista da Funai e Chefe da Coordenação da Funai em São Paulo, a Instrução Normativa 03/2015, de 11 de junho de 2015, que estabelece normas e diretrizes relativas às atividades de visitação para fins turísticos em terras indígenas vai regularizar o plano de visitação turística.

 “Nós estamos trabalhando especificamente com cada terra indígena, ou seja, cada uma terá um plano de visitação. A elaboração desse plano de turismo vai ocorrer conjuntamente entre os governos, federal, estadual e municipal. A previsão é de seis meses de discussão para que, em agosto de 2020, o plano elaborado seja encaminhado para aprovação da presidência da Funai” afirmou Nascimento.
 
Ainda de acordo com Nascimento, “a Funai apoia a elaboração e fiscalização dessa atividade, mas quem tem autonomia, quem vai gerenciar é a comunidade indígena”, concluiu.
 
O índio Denílson Karai, professor da Aldeia Rio Silveiras, disse que a oficina foi muito produtiva. “É mais uma fonte de renda para as famílias indígenas. Turismo tem tudo haver com educação, isto significa que vamos nos organizar para receber os turistas adequadamente.

Esse trabalho envolvendo os governos, federal, estadual e municipal, vai nos ajudar muito mais, tanto que a Prefeitura de São Sebastião, já nos auxilia. Tivemos recentemente a reforma do Posto de Saúde”, citou Karai.
 
“Temos que ter limites e regramento. Esse encontro foi importante para que possamos nos organizar, buscando recursos para um turismo estruturado”, finalizou a funcionária pública municipal, Solange Maria Cavinati dos Santos, representante da Secretaria de Turismo de São Sebastião.


Ilhabela Seg. a Quinta - 728x90

Compartilhe e faça seu comentário