Ação do Instituto Supereco no Clean Up Day retira quase 400 kg de lixo de praias de São Sebastião

Facebook Twitter

Foto: Divulgação

Ação do Instituto Supereco no Clean Up Day retira quase 400 kg de lixo de praias de São Sebastião

Cerca de 3 km das praias de São Francisco e Figueira, em Sebastião, receberam uma verdadeira faxina dos 24 voluntários da Supereco (entre adultos e crianças)



No último dia 21 de setembro, o Instituto Supereco – organização que em 2019 completou seu 25º aniversário de existência e 15 anos de atuação no litoral norte de São Paulo – se juntou ao esforço mundial de combate contra o acúmulo inadequado de resíduos sólidos urbanos em praias, rios, lagoas e mangues, o World Clean Up Day. 

E também à Campanha  #juntospelomeioambiente e  #mareslimpos2019  junto aos outros projetos patrocinados pela Petrobras que atuam na costa litorânea do Brasil.
 
Cerca de 3 km das praias de São Francisco e Figueira, em Sebastião, receberam uma verdadeira faxina dos 24 voluntários da Supereco (entre adultos e crianças). A adesão à iniciativa do mutirão ocorreu como parte da programação da 4ª edição do Festival Tecendo as Águas do Projeto Tecendo as Águas, com patrocínio da Petrobras por meio do Programa Petrobras Socioambiental.

Números – A contribuição da Supereco no World Clean Up Day foi significativa e ao mesmo tempo preocupante. Os números atestam: na região escolhida, foram retirados quase 400 kg de resíduos, que preencheram 27 sacos de lixo (15 litros). Somando-se todo o material recolhido, as duas praias acumulavam aproximadamente 2,2 mil itens diferentes de objetos descartados inadequadamente.

Para se ter uma ideia dos resíduos encontrados, os voluntários recolheram 157 garrafas PET, que somaram juntas 10 kg. Houve também a presença de 21 kg de plástico rígido e 23,2 kg de plástico maleável. Já entre os isopores, tão comuns nas áreas praianas, havia 167 diferentes, que totalizavam 3 kg.
 
Vidro/Cerâmica (169 unidades, 6,5 kg), Borracha (32 unidades, 36 kg), Papel (144 unidades, 2,9 kg) e Metais (96 unidades, 2,7 kg) também aparecem como lixo nas areias das duas praias do bairro São Francisco. Já as minúsculas bitucas de cigarro totalizaram nada menos do que 622 unidades encontradas na área de 3 km abrangida pelo projeto, pesando, juntas, 1 kg.

Objetos têxteis como calçados e roupas foram os recordistas negativos de peso, com 123 kg, em quase 100 unidades encontradas. Por fim, foram encontrados ainda 2 fraldas e absorventes, somando 1 kg.

Lixo e Arte – Vale ressaltar que 3 kg de resíduos coletados foram aproveitados pelo Supereco na confecção de uma obra de arte em formato de tartaruga marinha, criada pelo artista plástico Sandro Rodrigues durante o 4º Festival Tecendo as Águas. Por outro lado, 70 fragmentos de vidro coletados foram reaproveitados para a confecção de bijuterias pelas ecoempreendedoras do projeto Tecendo as Águas.

Estas iniciativas integram uma das ações do projeto Tecendo as Águas, que consiste em transformar resíduos encontrados na areia e no mar em peças de arte e artesanato.
 
Dia Mundial da Limpeza - O World Clean Up Day é um evento que ocorre, simultaneamente, em 157 países, onde milhões de voluntários se reúnem para limpar suas cidades, incluindo praças, praias e parques, além de promover ações com o objetivo de conscientizar e orientar a população sobre boas práticas que diminuem o descarte de resíduos sólidos na natureza.
 
Segundo a Organização das Nações Unidas (ONU), estima-se que mais de oito milhões de toneladas de plástico vão parar nos oceanos todos os anos, causando danos à vida marinha e a atividades econômicas como a pesca e o turismo.
 
Instituto Supereco – 25 anos
Organização da sociedade civil de interesse público (OSCIP), fundada em 1994, atua em diversos campos da educação, comunicação, conservação e sustentabilidade. Oceano, águas, florestas, clima e sociedade são sua pauta ambiental!


Jornal do Litoral

Compartilhe e faça seu comentário