Caça ao Esgoto Ilhabela

Professores de Caraguatatuba apostam em ensino híbrido como alternativa para inovar no modelo tradicional

Facebook Twitter

PMC

Professores de Caraguatatuba apostam em ensino híbrido como alternativa para inovar no modelo tradicional

Sempre atenta às transformações do sistema educacional, a Prefeitura de Caraguatatuba, por meio da Secretaria Municipal de Educação no projeto #EducaçãoTransformadora, realizado em parceria com a empresa Planneta Educação, oferece o Programa de Formação de Educadores. O objetivo é ampliar, aprofundar e aprimorar o processo de ensino e aprendizagem, propondo aos docentes atividades que possam inovar sua prática pedagógica.

Entre as mudanças recomendadas pela Base Nacional Comum Curricular (BNCC), está a que sugere a inclusão da aprendizagem ativa, que favorece o protagonismo do aluno dentro e fora de sala de aula. Na EMEF Professor Antônio de Freitas Avelar, os alunos conhecem e aprendem os conteúdos por meio de novas metodologias como o ensino híbrido e a sala de aula invertida.

Na aula interdisciplinar, envolvendo Ciências e Geografia, lecionadas respectivamente, pelos professores João Paulo Biscardi e Severo Henrique Ortiz, os alunos do 8º ano do Ensino Fundamental, depois de apresentados a um problema ambiental, se reúnem em grupo no laboratório de informática da escola para pesquisar e discutir sobre o tema. O resultado do estudo é exibido aos colegas por meio de uma apresentação virtual.

Para chegar a este formato de aula, os professores utilizaram os conceitos estudados no curso de Metodologia de Aprendizagem Ativa. “A formação veio ao encontro com o que nós precisávamos, visto que a tecnologia está presente em diferentes aspectos da vida do estudante, por isso, o conhecimento desenvolvido de maneira dinâmica se torna eficaz quando comparado ao ensino tradicional”, explica Biscardi.

A aprendizagem ativa estimula o desenvolvimento de habilidades incluindo processos cognitivos mais sofisticados como investigar, analisar e criar. O ensino híbrido combina a educação presencial com propostas online e, contrapondo as aulas expositivas, o método da sala de aula invertida, promove aulas mais produtivas e participativas entre os estudantes.

INFORME ILHABELA

Compartilhe e faça seu comentário