São Sebastião novembro 2021

Ubatuba convoca gestores e professores para Plano de Educação

Facebook Twitter

Ubatuba convoca gestores e professores para Plano de Educação

A Secretaria Municipal de Educação convoca todos os gestores e professores da rede de Ubatuba para analisar, refletir e opinar sobre as metas do Plano Municipal de Educação. As observações no documento devem ser protocoladas até o dia 1º de dezembro.

A educadora Fatinha Barros (foto), secretária de Educação do município, explica que o Plano foi instituído e aprovado na cidade em 2016, mas que constantemente precisa ser analisado. “Uma comissão técnica de monitoramento já iniciou novamente os estudos para análise e reflexão sobre as 20 metas instituídas em 2016. Essa comissão fez observações importantes e agora o documento será encaminhado às escolas da cidade para que os professores e gestores também possam analisar e refletir sobre as metas”.

As determinações do Plano não podem ser alteradas e precisam ser concretizadas. Com as observações dos professores municipais, será realizado um fórum de análise no próximo dia 21 de dezembro. Em seguida, o município participará da Conferência Nacional de Educação (Conae) no mês de janeiro. “Nesta terça-feira, 23, um modelo de análise das metas será enviado às escolas e os envolvidos devem fazer as anotações técnicas que julgarem importantes. Se os gestores e professores concordarem com as análises da comissão técnica, neste caso, basta ratificar e, se tiverem outras considerações, completar com suas próprias sugestões. O tempo está curto, mas precisamos da participação de todos”.

A secretária de Educação também ressaltou que diversas metas já foram alcançadas pelo município. “A meta nº 1 que fala em universalizar o ensino infantil de 4 a 5 anos, já temos 100% das crianças atendidas e, com relação a até 3 anos, mais de 50% da nossa demanda está assistida após os ajustes que foram realizados em nossas creches, com obras e ampliações. A meta nº 4, para alunos com necessidades especiais também está sendo cumprida, com atendimento dos estudantes em salas de recursos, inclusive para alunos que ainda não têm diagnóstico fechado. A meta nº 18 que fala sobre a valorização dos profissionais da educação ganhou apoio das leis 4420 e 4421 com a criação da licença prêmio. Enfim, várias metas do projeto político pedagógico estão sendo concretizadas”.

Todas as considerações para o Plano Municipal de Educação devem ser entregues assinadas pelo gestor da escola e protocoladas diretamente na Secretaria de Educação.

Compartilhe e faça seu comentário