São Sebastião - Agosto 2021

Comtur aprova projetos de Centro de Apoio Turístico no Camaroeiro e Rua Coberta para verbas do Dade

Facebook Twitter

Comtur aprova projetos de Centro de Apoio Turístico  no Camaroeiro e Rua Coberta para verbas do Dade

Representantes do Conselho Municipal do Turismo (Comtur) de Caraguatatuba aprovaram durante reunião ordinária realizada nesta quarta-feira (8), dois projetos de interesse turístico que agora serão apresentados junto ao Departamento de Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias (Dade) em busca de verba de R$ 4,159 milhões. Esse foi o volume destinado pelo governo do Estado para o município.

O primeiro deles é a construção do Centro de Apoio Turístico – ou Centro Administrativo – a ser construído no Complexo do Mirante do Camaroeiro. Ele contempla um Centro de Informações Turísticas, banheiros feminino, masculino e para deficiente, sala de apoio para usuários do Teatro de Arena, entre outras benfeitorias.

O projeto foi apresentado pelo secretário de Obras Públicas, Leandro Borella, que explicou aos presentes que o complexo também será contemplado com água, esgoto e calçada, além de mirante. Até o final do ano a energia elétrica deve ser ligada em toda a subida.

A segunda proposta é transformar parte da rua de acesso à Praça Dr. Diógenes Ribeiro de Lima em uma Rua Coberta (indoor), no espaço entre as galerias, desde o Garage Steak House até o Batatuba. “Será uma espécie de boulevard onde as pessoas poderão curtir a noite”.

De acordo com a secretária de Turismo, Maria Fernanda Galter Reis, são duas obras de fundamental interesse turístico, sendo que uma atende uma demanda antiga do trade que é ter um atrativo indoor e a outra fomenta o desenvolvimento de um complexo turístico que é o maior do Litoral Norte.

Os principais requisitos do Dade para a apresentação dos pleitos é que eles tenham real interesse turístico, sendo capaz de demonstrar a capacidade para manter, incrementar ou requalificar o fluxo turístico; estar associado a um atrativo turístico do município; ser importante vetor na estratégia de desenvolvimento econômico e social do município; apresentar consistência entre os objetivos do projeto e as possibilidade de estruturação do destino; ser aderente às praticas preconizadas nos objetivos do turismo sustentável e contribuir com o processo de desenvolvimento regional.

A expectativa da Secretaria do Turismo é que os projetos sejam aprovados até a segunda quinzena de outubro e possam ser iniciados em 2022.

Compartilhe e faça seu comentário